terça-feira, 31 de maio de 2011

Tirando o atraso com a Sa: Greek 1x03 e 1x04

Greek 1x03 (The Rusty Nail) e 1x04 (Peaking Teams)

Eu sigo em frente na minha maratona semanal e minha impressão cada vez melhora mais com relação a série. Por que eu não a assisti antes? Podia ter comentado e brincado mais com os fãs da série na época... Arrependimentos desse nível acontecem na vida de uma seriadomaníaca. Mas, deixa pra lá e vamos comentar.

O terceiro episódio traz uma grande lição. Não se faz nada apenas por conveniência. Deve-se curtir a vida no campus, porém com personalidade. E isso, o Rusty tem bastante. O nosso querido cuspidor (Spitter – tem toda uma história no piloto super engraçada para ele ganhar esse apelido) tem de participar da noite dos Encontros entre as casas, só tem um pequeno problema: Ele nunca saiu com uma garota antes. Nesse episódio, temos também Calvin tentando não participar dessa mesma festa, e topando planejá-la com as garotas da PZB e a Cassie tendo que lidar com a falta de desejo por Evan depois da traição e a pressão da líder da sua fraternidade, para que tudo volte ao que era antes nesse relacionamento, pelo bem da instituição.

No quarto episódio, finalmente descobrimos que o Calvin é gay (Algo que a gente já tinha notado desde o piloto, mas... não sabia que era oficial há mais tempo) e temos uma competição entre as casas em um jogo de Hockey, que traz o pai desse para a Universidade. Rusty não consegue praticar esse esporte e tenta aprender o jogo de maneira intelectual junto com Dale a fim de melhorar as habilidades. Enquanto isso, Cassie enfrenta a ameaça que Rebeca Logan (ô garotinha nojenta... vou te contar!) representa não só ao seu namoro, mas para seus planos de atingir a presidência da Fraternidade. Nesse episódio, eu fiquei nervosa demais com as constantes viradas da história. Foi um dos melhores episódios, apesar de ter sido um dos primeiros que realmente me deu raiva da Cassie. Ela tem que ser mais independente. Tem que aprender mais com o Rusty, que ganhou ainda mais a minha admiração pelo seu ato de amizade no fim do episódio.

Muitas risadas e dramas ao mesmo tempo de modo leve e super interessante é o que Greek continua proporcionando a mim.

Memes e Selinhos



Recebi do blog Arte Around The World



Regrinhas para quem receber o meme:

1- Para você, o que faz seu blog ser encantador?
A variedade de assuntos, temas e os comentários maravilhosos de quem acessa.

2- Link o blog que te enviou o meme e diga o que acha dele.
Quem me indicou foi a minha amiga linda Carissinha do blog Arte Around The World
Eu adoro o blog dela! Tem livros, entrevistas, novidades sobre filmes, curtas... eu gosto muito!

3- Repasse este meme para todos os blogs que você considera encantador.
No final do post.


Esse meme veio das meninas do blog Entre Fatos e Livros

1- Morrer magra ou viver 100 anos gorda?

Eu sou uma pessoa que não vive de dieta, mas vivo reclamando do meu peso... Eu amo ser magra, quero ficar mais magra ainda (e vou conseguir...), mas não quero morrer... Essa é uma pergunta difícil. E eu não respondi... kkk

2- O que te consola mais: um abraço ou uma palavra carinhosa?

Depende... tem momentos que só uma palavra já te deixa mais leve, mas tem vezes que só um abraço tem esse poder. Acho que se for de coração, qualquer um dos dois.

3- Ser feliz ou fazer alguém feliz.

No discurso, primeiro EU tenho que ser feliz. Na PRÁTICA, estou sempre tentando deixar as pessoas mais felizes ou sorrirem mais... E quando o meu objetivo é alcançado fico feliz... portanto...

4- Se você pudesse ter um super-poder qual seria?

Telecnésia. Mover objetos com a força do pensamento... Acho que me tornaria mais preguiçosa do que já sou, mas ia adorar... rs

5- O amor suporta tudo?

O amor é a mistura ideal do fogo da paixão com o companheirismo da amizade, por causa de duas coisas chamadas Compromisso e Respeito. No momento em que você ama outra pessoa, você a respeita e ao tornar isso oficial você firma um compromisso de respeitar o outro em meio a qualquer adversidade. Por isso, sim, eu acho que o amor (esse amor) suporta tudo.

6- O que você costuma fazer quando está para baixo?

Ouço música, tento escrever pra desabafar... procuro o colo da minha mãe... rs

7- Se defina em 3 palavras.

Meiga, Preguiçosa, Perfeccionista.

8- Algum lugar do passado?

Quando eu era criança e tudo o que eu tinha de me preocupar era estudar pra prova e brincar de pique mais um pouco.

9- Qual o pecado que te seduz?

Eu já falei aqui e vou repetir, mas a preguiça é muito sedutora... kkkkk

10- Indicar outros blogs.

Miss Carbono
Caindo de Boca
Blog da Mari
Boatos e Afins
Leituras e Devaneios
Segredos que Ferem
Apaixonada por Livros
Blog Fundo Falso

segunda-feira, 30 de maio de 2011

The Voice - Blind Auditions


Esse post é pra dizer que me rendi ao reality show The Voice. No momento, estou começando a assistir e tentando me atualizar nesse programa... por isso ele ainda está no Tirando o Atraso

Bem esse post é sobre o primeiro “episódio” desse reality que nada deve ao American Idol. Apesar de gostar do Idol, tenho sérias críticas a esse formato. Primeiro, porque tenho a sensação que poucas pessoas se importam com a qualidade vocal propriamente dita do candidato ou calouro em questão. Segundo, o Simon, pra mim, sempre foi o melhor jurado! O que ele falava da forma que ele falava (por vezes rude, seco) é bem o meu estilo de cobrar os meus ouvidos. Amo música, e tenho um pai super hiper ultra cri-cri com isso, e com ele eu acostumei o meu ouvido pra notar desafinos, semitonadas e outros detalhes sutis com relação a apresentações. Portanto a saída do Simon, prejudicou muito a qualidade...

A segunda coisa que realmente diferencia os dois programas apesar de serem realities shows musicais é o estilo. A criatividade dos criadores do The Voice em colocar as audições “às cegas” foi impressionante! Era o que faltava! Não se guiar pela aparência do individuo na hora de escolher, mas principalmente, só apertar o botão quando sente a intensidade vocal, ou o sentimento e emoção que aquele candidato passa com a voz! Isso me ganhou no programa, confesso!

E temos os jurados:

+ Christina Aguilera: Você pode até não gostar, como eu, de como a carreira dela seguiu. Mas convenhamos que de Voz ela entende! É fantástica o modo como canta fácil e é considerada uma das vozes mais potentes no cenário musical atual.
+ Blake Shelton: O maior cantor country da atualidade nos Estados Unidos, tendo sido catapultado para a Billboard list por conta da música “Austin”. Ganhador de vários prêmios pelo seu trabalho, tipo Grammys, é um dos grandes nomes musicais do programa.
+ Cee lo: Confesso que não o conhecia pelo nome... apenas por uma música que com certeza você nunca ouviu... “I'll make you craaaazy” Pois é. Gnarls Barkley é o nome da dupla formada por Cee Lo e Danger Mouse, e “Crazy” foi a explosão deles mundialmente. Além disso, ele só é cnator, rapper, compositor e produtor musical de hip hop, soul, funk e R&B. Mais alguma coisa?
+ Adam Levine: de nome, mais uma vez eu não conhecia, mas o epíteto, vocalista da banda Maroon 5. Eu amo esse grupo e acho as letras e toda a capacidade musical deles maravilhosa e só pude comprovar isso quando vi Adam julgando os candidatos...

Comparações como a que eu fiz anteriormente são inevitáveis, mas é claro que são dois estilos completamente diferentes. Os candidatos também o são. A idéia é montar grupos para serem treinados. A partir da audição, cada jurado monta uma equipe a qual treinará para assim vencer a competição. Os quatro jurados estão de costas para o palco, apenas podendo ouvir o candidato. Se gostar do que ouviu eles apertam o botão a sua frente e a cadeira gira, dando o sinal de que o candidato foi aprovado por aquele jurado que o treinará. A frase “I want you” Eu quero você pisca, pois o jurado está dizendo que deseja que aquela voz esteja na sua equipe.

Se mais de um jurado dizer sim ao mesmo candidato, o talentoso cantor deverá escolher qual deles será o seu treinador. E isso é o grande barato! Não é mais o candidato pedindo pelo amor de Deus para ser aceito, são os grandes nomes da música americana pedindo para serem escolhidos por aquele candidato! Chega um ponto que pelo estilo dos cantores, você começa a pensar quem vai virar para escolher. Isso mais a simpatia dos jurados, mais a capacidade vocal dos candidatos realmente me conquistaram nesse programa.

Então, nesse momento, eu gostaria que vocês deixassem suas impressões do reality que vou conseguir alcançar. Estarei continuando a assistir e comentar com vocês a respeito sem dúvida disso.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Amor nos filmes

Amor,
Como nos filmes
Arrebatador
Completamente dependente
Algo que te eleva
Te transforma
Te prende e te afoga

Amor como no filme
Não existe
É lento como o florescer
Voa em vez de firme estar
Te derruba e insegura
Não consegue compreender
O ato livre de adorar

Comparado como fogo
É água
Como flor, espinho
Da volúpia
É a calma
Que afasta os maus espíritos

O amor é diferente
Ao seu modo indecifrável
A pessoa, um amigo
Um sonho, a realidade
O tempo um triste desígnio
Da dura parte do inseparável.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

23/05 - 1 Ano sem Lost



Pois é, pessoas!

Um ano sem Lost...

Há exatos 365 dias atrás, estávamos nós sentados na frente do computador assistindo o que foi o último episódio da melhor série de todos os tempos. Ansiosos e ao mesmo tempo relutantes em ver o fim de uma seriado que marcou e para sempre estará na memória daqueles que foram fisgados pela história, mistérios e romances dos sobreviventes do vôo Oceanic 815.

Como não lembrar de Lost?

Como esquecer?

Foram 6 anos em que se você não viu, com certeza ouvia falar. E se você via, ou teorizava, guardando cada detalhe de mapa, de cena, ou pedaço de informação; Ou se emocionava com a história de cada personagem. Ao final de tudo, o show não era apenas uma série científica, nem um mistério profundo, muito menos uma história de romance. Lost se tratava de uma série de pessoas e principalmente de REDENÇÃO.

Todos os personagens eram sofridos o suficiente e como o personagem "Jacob" falou em um dos episódios derradeiros, não tinham nada a perder. Eram miseráveis em seus mundos, riquezas e vidas e precisavam de uma missão. Nesse momento, Jack, Kate, Sawyer, Boone, Shannon, Sayid, Locke, Sun, Jin, Hurley, Claire, Charlie, Rose e Bernard foram arrastados a uma ilha e tiveram que aprender a conviver, a amar e a viver.

Em meio a perigos, monstros de fumaça, fé e ciência, eles eram forçados a aprender a lidar com grandes paradoxos e temas da nossa vida atual: Morte e vida, Amor e Paixão, Amizade, Liderança e Tempo. Levamos a sério algumas coisas, nos identificamos com personagens e histórias e até mesmo nos ofendemos quando alguém insulta o seu personagem favorito! Viramos bicho quando alguém te diz que o seu ship (casal favorito) não é o real.

Ship wars. Uma das maiores guerras por conta de casais ocorreu por conta dessa série. Com quem Kate teria de ficar? Quem ela escolheria? Quem teve mais história?

Cada um via a série sob uma perspectiva. Não vou dizer se era errada ou não, mas eu tive a minha. Eu participei dessas guerrinhas e demorei pra aprender o fato de que pessoas são mais importantes que ship. E é por isso que digo: Skaters parem de ler aqui.



Jack e Kate formaram o casal mais perfeito da história da televisão. Uma história contada quase de forma poética. Duas pessoas que NUNCA viraram as costas uma pra outra, que mesmo discordando do que fizeram, que mesmo estando magoados fizeram o máximo para que o outro melhorasse. Para que o outro se salvasse. Um amor maior que a própria morte e cheio de uma cumplicidade tão gigante que foi capaz de encarar a morte simplesmente por poder levar a vida ao outro. Eles não eram a redenção um do outro, mas era a causa de seu amadurecer.

1 Ano Depois, esse blog quer homenagear a série que tanto me marcou como pessoa e telespectadora e ao casal que tanto eu me emocionei.

Quotes memoráveis:

- "I hope you find what you're looking for"

- "I'm sorry I kissed you" "I'm not"

- "nothing is irreversible"

- "The best time of your life was the time you spent with these people. Nobody does it alone. You needed all of them, and they needed you"

- "If we don't Live together we're going to die alone"

Namaste!




Crédito da imagem:
1ª - Tumblr de eduardo-saverin

2ª - minha arte

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Deu "branco"

Você está no meio de uma prova daquela matéria que você tem absoluta certeza que sabe TUDO. Porém, quando você olha as questões, bate aquele desespero: "Eu sei isso... mas... CADÊ A RESPOSTA?"

Deu branco.

É uma sensação de ruim a pavorosa! O desespero é absurdo e tudo o que você deve fazer é tentar se acalmar. Como, se você tem um determinado tempo pra realizar toda aquela prova? Isso só piora.

Pior é quando você tem uma idéia de história para escrever. Tudo está lindo até você sentar na frente do computador e...

NADA

Escreve algumas palavras. Apaga. Tenta montar um panorama dos personagens. Apaga.

Confesso que senti isso durante todo esse tempo que fiquei sem postar. Dormia e tinha uma idéia! Acordava e ela havia ido embora dormir junto com o meu inconsciente egoísta. Não escrevi nada em uma semana - Nem meu nome em um papel (Sacanagem... A seca não chegou nesse nível =D) - mas confesso que apesar de idéias fervilhando, nenhuma delas conseguiu ser passada para o papel. Isso é frustrante!

Mas aqui estou eu, me livrando desse branco "maledeto", escrevendo sobre ele. Afinal, quem nunca passou por isso?!

domingo, 8 de maio de 2011

Mãe

Ela briga, ri e chora
Nos aceita e nos acolhe
Parece cafona
Mas nunca fora de moda
Pessoa estressada
Mas completamente dedicada
Quando mais precisamos
Nos dá o apoio
Quando não queremos
Apenas permanece conosco
Nos considera um presente,
Mesmo sendo ela que nos faz feliz
O milagre que vê em nós
Se torna apenas o reflexo
De tudo o que representa para nós


Feliz Dia das Mães!
E um parabéns todo especial a minha mamãe que me segue e acompanha tudo o que eu escrevo! Saiba que tudo que faço é para te fazer orgulhar-se de mim!

Um beijo a todos!

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Tirando o atraso com a Sa: Greek



Quem me conhece sabe que eu sou a pessoa mais seriadomaníaca que existe e na mesma proporção a mais atrasada do mundo dos seriados! Se eu não legendasse algumas delas ou assistisse as que eu mais gosto em stream (tipo, ultimamente só faço isso com Vampire Diaries mas tudo bem!) eu não veria nenhum episódio no dia certo! Eu sou uma catástrofe com relação a isso...

Então, por isso esse nome do post (pensaram que era safadeza, seus maliciosos?). Toda vez que eu assistir alguns episódios atrasados eu venho aqui e coloco minha impressão, comentários, resenhas e por aí vai. Essa semana, eu comecei a ver uma série que já até acabou nos Estados Unidos no início desse ano: Greek. A história sobre a vida de universitários norte-americanos se ajustando à vida acadêmica e à vida social num campus seria considerada até mesmo conhecida, porém tendo o ponto de vista de alguém meio que nerd como Rustie, o protagonista e estudante de Ciência dos polímeros (algum tipo de engenharia), é um tanto quanto inovador.

O telespectador mergulha no universo das fraternidades e aprende inúmeras coisas que acontecem na Universidade Estadunidense. Os dois primeiros episódios tratam dos dilemas: Como entrar numa fraternidade pode ser difícil e como conciliar uma matéria super cabeça com a vida divertida que deveria ser a de um universitário podem ser tarefas bem difíceis. Nesses episódios, conhecemos Cassie, a irmã de Rustie que não tinha nenhuma relação de afeto com o irmão; Evan, o namorado, presidente da maior Fraternidade do Campus (e que é super normal você querer bater nele!); Dale, o colega de quarto nerd e batista de Rustie; Cal - o amigo/ e Cappie - ex-namorado de Cassie e presidente da Fraternidade Kappa Tau.

A impressão como eu coloquei aqui foi muito boa!!! Espero que outras pessoas se inspirem na minha coragem em assistir essa série agora (isto é depois de seu fim) e comentem aqui também o que tem achado! Se você já assistiu e quer aproveitar para rever em suas horas vagas, sinta-se a vontade também! Vale a pena!

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Segunda feira e o Mundo: Casamentos, Mortes e Clássicos

Vamos concordar essa semana que passou foi recheada de mega-acontecimentos. De glamourosos a bombásticos, não podemos rejeitar a idéia de que como eu sempre disse e o Obama copiou no pronunciamento de ontem (ou hoje de madrugada): "A história está sendo feita diante dos nossos olhos".

E para começar essa série, vamos ao tão falado Casamento Real.



Pois é, meninas! Acabou o sonho! Príncipe Williams se casou nesse fim de semana na Abadia de Westminster com uma rica plebéia de nome Kate Middleton. O rapaz que por seu título, beleza e simpatia foi, por muito tempo, o solteiro mais cobiçado do mundo, saiu do mercado. Ele, que marcou a minha geração de adolescentes que tinham sua foto pendurada na parede do quarto ao lado da foto de Leonardo diCaprio e do pôster dos Backstreet Boys, cresceu e se tornou o futuro monarca do Reino Unido (já que o Príncipe Charles, apesar de primeiro na linha de sucessão não é nada popular entre os britânicos).

Em um casamento digno de conto de fadas, o agora Duque de Cambridge se casou vestido em sua farda vermelha de Coronel da Guarda Irlandesa do Exército Britânico. Já a noiva estava num vestido lindíssimo e simples tendo como adereço uma tiara emprestada pela Rainha Mãe. Fato que ela está podendo, hein!

Mas até a realeza tem momentos de meros trabalhadores como nós, tendo que adiar a lua de mel porque William teria de voltar ao trabalho como piloto de resgate... Pois é! Alegria de rico também dura pouco...



E ontem bombou na internet o pronunciamento mencionado logo no início do texto. O assunto? Osama Bin Laden, inimigo número 1 dos Estados unidos e líder do grupo terrorista Al-Qaeda, foi morto em um prédio no Paquistão. No discurso que praticamente assegura a reeleição do democrata, o presidente relembras o atentado às Torres Gêmeas, ao Pentágono e ao que foi frustrado na Pensilvânia e eleva o moral dos americanos que lotaram as ruas e a frente da Casa Branca para festejar o feito.

Como tudo o que vimos e sabemos do Governo Americano fica inúmeras pulgas atrás da orelha. Interessante como o terrorista mais procurado do mundo é morto no momento em que a popularidade de Obama ia de mal a pior. E será que ele morreu mesmo? E se morreu foi agora? Super conveniente para a política norte-americana da onde nós esperamos de tudo.



Porém ontem foi dia de futebol também, como todo bom domingo! Bom mesmo foi para os times que saíram vencedores, o que significa que para mim foi um resultado odiável! O Brasil inteiro se rendeu ao clima de tensão dos clássicos. Em Pernambuco, Sport e Náutico disputavam vaga na decisão. No Rio Grande do Sul, o Grenal balançou as estruturas de todo bom gaúcho. Em SP, Corínthians e Palmeiras decidiam quem iria disputar a final do Campeonato Estadual com o Santos, vencedor do clássico de sábado contra o São Paulo. No RJ, Vasco e Flamengo disputaram a final da Taça Rio.

Emoção e equilíbrio marcou todos os 4 grandes jogos, levando os três últimos para ser decidido nas cobranças de pênaltis. Aí, não teve jeito Flamengo conquistou a Taça Rio e de quebra o Campeonato Carioca; Inter campeão no returno gaúcho; Corínthians indo decidir com o Santos de Nemar e Ganso. O único jogo decidido no tempo regulamentar foi em Pernambuco. Náutico venceu mas não levou, portanto Sport está na decisão.

Mais alguma noticia loucamente veiculada que não foi citada aqui? Se tiver pode comentar! Eu como uma boa vascaína, vou chorar um pouco ali por ter que dar um espaço para o maior rival no meu blog por incompetência de certos jogadores. Mas foi um prazer brincar com as notícias da semana e lembrar que por incrível que parece ontem foi Feriado!

Bjinhus