segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Almost Human: Pilot (1x01)


Confesso que quando soube de uma série de ficção científica exibida pela FOX e com J.J. Abrams na produção não me animou muito. Cancelamento precoce me parece um risco muito grande baseado em experiências passadas. Contudo, alguns nomes na produção relacionados a Fringe, assim como os protagonistas, decidi dar uma chance. Não me arrependi.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

[RESENHA] Mago: Aprendiz - Raymond E. Feist


Na fronteira do Reino das Ilhas existe uma vila tranquila chamada Crydee. É lá que vive Pug, um órfão franzino que sonha ser um guerreiro destemido ao serviço do rei. Mas a vida dá voltas e Pug acaba se tornando aprendiz do misterioso mago Kulgan. Nesse dia, o destino de dois mundos altera-se para sempre. Com sua coragem, Pug conquista um lugar na corte e no coração de uma princesa, mas subitamente a paz do reino é desfeita por misteriosos inimigos que devastam cidade após cidade. Ele, então, é arrastado para o conflito e, sem saber, inicia uma odisseia pelo desconhecido: terá de dominar os poderes inimagináveis de uma nova e estranha forma de magia… ou morrer. Mago é uma aventura sem igual, uma viagem por reinos distantes e ilhas misteriosas, onde conhecemos culturas exóticas, aprendemos a amar e descobrimos o verdadeiro valor da amizade. E, no fim, tudo será decidido na derradeira batalha entre as forças da Ordem e do Caos.




Primeiríssima publicação do novíssimo selo Saída de Emergência - parceira lusa da Editora Arqueiro - e especializado em fantasias e épico, Mago: Aprendiz, também é o pioneiro título de uma nova saga chamada Saga do Mago. No estilo J. R. R. Tolken, com a leitura entramos em contato com várias criaturas eternizadas por Tolken: anões, magos, elfos.

Tudo se desenvolve a partir da amizade entre Pug e Tomas, adolescentes de um ducado portuária do Reino chamada Crydee, vivendo a fase mais intensa da vida deles: a escolha - Um ritual ancestral em que os adolescentes são escolhidos como aprendizes pelos Mestres de Ofício da cidade perante o Duque e sua família. Tomas se torna aprendiz de soldado, enquanto Pug tem um destino inusitado e improvisado... se torna aprendiz de um Mago, Kulgan, conselheiro do duque. Contudo, um navio diferente surge na praia de Crydee e seus navegantes eram bem diferentes do que se tem por conhecido. A notícia de que eles eram de um outro mundo querendo tomar o território do Reino, assusta e envia uma grande caravana para avisar o Reino sobre os problemas iminentes. E embarcamos com eles, num aprendizado sobre os diferentes povos, inimigos, e sobre o território e política do Reino.

O livro é de aventura e é muito legal! Diferente dos livros do Tolken e do Martin, ele não é descritivo ao cansaço. Tem um ritmo próprio e mais dinâmico, embora esse primeiro seja bem uma apresentação dos personagens e de todos os elementos da história. Uma outra questão muito interessante é que a narrativa não se foca apenas na caravana, inicialmente talvez, porém com o passar dos acontecimentos, ele se abre em um leque com várias direções. Desse aspecto bom, surge uma pequena decepção. A sinopse e o título dão uma ideia do que vai ser a história, porém o desenvolver dela é diferente do proposto. Pensei que veria mais do Pug aprendendo a ser mago e desenvolvendo isso, porém não era essa a ideia. Ele não é o personagem principal... quer dizer... não existe apenas um protagonista, mas vários. Para mim, aquele que mais rouba a cena (digamos assim) é o Príncipe Arutha com sua coragem e jeitão dark.

A entrada desse selo foi por mim muito festejada já que AMO esse tipo de literatura! E o primeiro livro não podia ser outro. Vai vir de carona no sucesso de Guerra dos Tronos, mas sem o conteúdo adulto e com personagens bem criados. Super recomendo!