domingo, 29 de abril de 2012

[FILMES] JOGOS VORAZES


Num futuro distante, boa parte da população é controlada por um regime totalitário, que relembra esse domínio realizando um evento anual - e mortal - entre os 12 distritos sob sua tutela. Para salvar sua irmã caçula, a jovem Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) se oferece como voluntária para representar seu distrito na competição e acaba contando , com a companhia de Peeta Melark (Josh Hutcherson), desafiando não só o sistema dominante, mas também a força dos outros oponentes.

Desde Avatar de James Cameron, só Jogos Vorazes conseguiu ficar na liderança da bilheteria por quatro semanas consecutivas, mas será mesmo que a adaptação da obra de Suzanne Collins merece todo esse prestígio? Eu como fã da saga me empolguei com a notícia da produção do filme e ainda mais com a saída dos trailers, sendo assim logo que o filme foi para as telonas eu estava lá. Me acomodei no assento e comecei a devorar o balde gigante de pipoca que havia comprado. Assim que o filme terminou eu pensei: "Acabou? É só isso?", a minha resposta veio é claro com as letrinhas dos créditos descendo sistematicamente, quase não pude acreditar...

Se eu tivesse que descrever esse filme com uma frase, seria: "Fiel e vazio". Então, agora que já expus minha opinião irei explicá-la. O filme começa bem, segue praticamente cada passo do livro, é óbvio que já era esperado uma suavização do ambiente e do visual das pessoas, já que não seria nada bom pro marketing se  Jennifer Lawrence aparecesse sempre desgrenhada e suja. Isso reduziu um pouco a realidade, mas não faz mal. O que realmente matou o filme foi a rapidez com a qual eles passavam pelas cenas, tudo era corrido, uma cena atrás da outra, o que quero dizer é que não exploraram cada cena de uma maneira que pudesse mexer com o emocional do público. Uma das cenas que mais me irritou foi a que Peeta e Katniss se reencontram na arena e se abrigam numa pequena caverna, pra quem leu o livro sabe que foi um dos momentos mais longos e românticos da história, no filme não passou de uma cena comum e enfeitada no fim com um beijo sem graça! O filme perdeu toda a tensão que o livro transmitia enquanto Katniss caminhava pela floresta passando os diabos para sobreviver contra a natureza e seus adversários, parecia tudo muito fácil no filme. Ah, acabei de lembrar outra cena que foi estragada em Jogos Vorazes, os primeiros minutos na arena, a carnificina entre os tributos que desejavam pegar os kits na cornucópia, ela simplesmente foi composta por cortes rápidos de cenas com pessoas correndo pra tudo quanto é lado, as mortes eram rápidas e desfocalizadas, todo o sangue e barbárie que o livro descrevia perdeu o peso, é isso que acontece quando se tenta fazer um filme pra ganhar dinheiro e ai se tem que diminuir a faixa etária. Agora, um dos pontos positivos é a fidelidade, o filme todo é praticamente uma cópia do livro, exceto por detalhes que dificilmente eles conseguem acertar como a altura de certos personagens e suas características físicas, mas de resto acho que foi bem fiel, pena que toda essa fidelidade (que tanto falta nos outros filmes de adaptações) tenha sido sem objetivo uma vez que retiraram toda a tensão da história. Outro erro bem lembrado foi a trilha sonora, antes do filme estrear fizeram uma propaganda enorme sobre a trilha do filme, uma trilha que não toca em se quer um momento do filme, todo ele se passa num silêncio quase tedioso. Para os fãs eu aconselharia que vissem, mas para alguém que não leu o livro vai achar o filme um tanto que sessão da tarde.   Mesmo assim, vale a pena ver.

Um comentário:

Lohan Nobre disse...

Você disse que Katniss fingia durante o período que ficavam na caverna, no entanto vale lembrar que ela não fingia somente, ela estava em conflito sobre o que realmente sentia por ele... E além disso o que Peeta sentia era verdadeiro, então sim, era uma parte romântica...

Postar um comentário

Conte o que você achou da postagem