sábado, 3 de março de 2012

[FILMES] A Invenção de Hugo Cabret


A Invenção de Hugo conta a história de um órfão vivendo uma vida secreta nas paredes de uma estação de trem em Paris. Com a ajuda de uma garota excêntrica, ele busca a resposta para um mistério que liga o pai que ele perdeu recentemente, o mau humorado dono de uma loja de brinquedos que vive abaixo dele e uma fechadura em forma de coração, aparentemente sem chave.



Quando parei fui ao cinema assistir esse filme, eu estava meio contrariada - confesso. Contrariada, pois no cinema próximo a minha casa apenas esse concorria ao Oscar, e eu queria assistir A Dama de Ferro, O Artista, Os Descendentes. Então, dentre os que estavam disponíveis para mim, era esse ou o novo do Adam Sandler. Como não sou chegada a filmes de comédia, fui para Hugo (título original).

Não me arrependi em nenhum momento. Pelo contrário. Me perguntei: Como eu pude não querer assistir? O filme é mágico e encantador. Tem a direção, como sempre, primorosa de Martin Scorcese. Direção de arte e Fotografia lindíssima e de primeira qualidade. E um roteiro sensível e muito bem cuidado que nos leva a descobrir junto com Hugo, um órfão que vive sozinho numa estação de trem em Paris no início do século, a história do cinema e do impacto dos primeiros filmes na arte e na sociedade. Aprendemos como tudo, efeitos e gravações, eram feitos no início sem as tecnologias avançadas de hoje. Porém tudo de modo quase poético, em que se mostrava o valor da amizade e da família.

Eu recomendo esse filme para todos que gostam de ir ao cinema, da diversão que isso proporciona. Para aqueles que gostam de filmes bons para qualquer hora do dia ou da noite e para qualquer idade. Esse mereceu os prêmios que ganhou, e bem torci para ele ganhar a estatueta de Melhor Filme (apesar de saber que iria para 'O Artista')

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte o que você achou da postagem