domingo, 28 de outubro de 2012

[BOOK TOUR] Contos infantis tornam-se adultos - Sun Holiver


Os contos de fadas e tradicionais e seus personagens abordados sob uma nova ótica, com muita propriedade e bom humor pela escritora Sun Holiver.



Olá!!!

O nosso post de hoje é a respeito de um Book Tour que o blog participou organizado pela minha querida Carmem Machado do blog Ideias de Canário (vale a pena dar uma conferida lá, vários posts interessantes sobre literatura no geral). Li a respeito do livro e decidi participar. Afinal me amarro em contos de fadas e nas análises que geralmente são feitas sobre eles. Também teve o elemento atualidade, porque convenhamos: a moda atualmente são as adaptações e o que mais há são obras cinematográficas relacionadas a essas histórias infantis.

Sun Holiver, a autora do livro, é historiadora (igual a mim!!!), além de museóloga e escritora. Além dessa obra que vamos analisar aqui, escreveu também "O Assassinato de Agatha Christie" misturando arte, arqueologia e o tom de mistério que caracteriza a grande rainha do suspense do título. Em contos de fadas tornam-se adultos, Holiver se dedica a tentar relacionar as histórias (dos Irmãos Grimm e não as originalíssimas) com o mundo atual e as personagens dessas com o que existem no contexto de hoje. Para isso, entram na roda Branca de Neve, João e Maria, Rapunzel, A Gata Borralheira, Chapeuzinho Vermelho e A Bela e a Fera.

O livro é fininho - o que transforma a leitura em algo muito rápido. O tema, como já disse, tem tudo pra dar certo pela contemporaneidade dos contos escolhidos. A ideia é ótima! Só que o resultado me decepcionou um pouco. Quando comecei a ler, pensei que seria algo mais geral e no final, eu me senti como se estivesse lendo um livro de auto-ajuda. Tiveram momentos que a autora chega a falar que se o leitor se identificou com características ditas por ela para procurar uma ajuda profissional. Nesses momentos cheguei a pensar que Holiver fosse psicóloga no fim das contas, e me surpreendi ao descobrir sua real profissão. De fato, talvez por não ser do ramo, ela pecou em várias de suas leituras.

Sim, algumas questões abordadas nos contos como Chapeuzinho Vermelho e o Lobo, foram bem interessantes e possuem lógica, porém achei que a proposta e a execução - a sinopse e o conteúdo - não se encaixaram e isso resultou num livro raso e numa leitura frustrante.

Contudo, eu sempre falo que essa opinião foi minha! Acho super válido àqueles que gostam desse assunto lerem e acrescentarem ao seu rol de informação (capital cultural como diria Bordieu) o que foi escrito aqui. É rapidinho, fininho e fácil, porém não agradou. Uma pena!

2 comentários:

Carmen da Silva Machado disse...

OI, Sara.
Obrigada por participar do tour. Adorei tua análise e sinceridade.
A opinião dos amigos das ideias é muito importante.
bjokk.
Cármen Machado.

Carissa Vieira disse...

Estou participando do book-tour e espero gostar do livro, mas depois de ler tua resenha já não vou com tanta expectativa. Pelo menos a chance de me decepcionar diminui.

beijos!

Postar um comentário