quinta-feira, 13 de junho de 2013

CYBERPUNK


"Qualquer coisa que se possa fazer a um rato se pode fazer a um humano.E podemos fazer quase qualquer coisa aos ratos. É duro pensar nisto, mas é a verdade.Isto não mudará com nós cobrindo os olhos. Isto é Cyberpunk." - William Gibson

Bem, a pergunta que vocês devem estar fazendo é: "Mas o que é Cyberpunk ". Já vou responder. Cyberpunk é um subgênero literário derivado da ficção cientifica que se originou na década de 80, contudo, mais do que isso Cyberpunk se tornou uma filosofia, um jeito de pensar. 

O gênero traz o tema "High tech, low life." - ou seja, alta tecnologia, nível de vida baixo -, mostrando um futuro distópico onde o rápido avanço da tecnologia mudou completamente a dinâmica sociocultural de nosso mundo, e é nesse mundo que se apresenta dilemas muitas vezes percebidos nos dias de hoje. O Cyberpunk é nada mais nada menos do que um retrato do nosso mundo moderno, óbvio, com um pouco de exagero pra ficar estiloso.

Alguns elementos desse gênero são: a sociedade degenerada e alienada com a tecnologia, um mundo controlado por grandes empresas, entre outras coisas.

A primeira obra do gênero se chama "Neuromancer" do autor William Gibson, que traz uma ambientação suja, pessoas marginalizadas e uma opressão da tecnologia por parte do capitalismo, o livro seguiu um pouco o estilo que surgiu do filme Blade Runner - O Caçador de Androids, e preparou caminho para a grande trilogia de Matrix. A história segue os passos de Case, um hacker do cyberespaço (um mundo criado dentro de computadores, uma matrix) que por tentar roubar da própria companhia que contratava seus serviços foi pego e teve destruída sua capacidade de entrar no mundo virtual, assim ele deu inicio a uma busca desenfreada pela cura, se enterrando cada vez mais na sujeira de uma sociedade degradada.





A filosofia por trás do Cyberpunk é justamente através de um exagero mostrar quem estamos nos tornando, como estamos agindo hoje... Perdemos horas compartilhando e curtindo coisas no facebook, fingindo que nos importamos com os outros, mas na realidade, fora dessa matrix, nós tratamos as pessoas como lixo, passamos perto de moradores de ruas e nem olhamos para eles, são como se não existissem ou fosse animais, a humanidade está alienada, está vivendo em um mundo de plástico, o mundo que a mídia mostra pra todos nós, bonito e perfeito, só que ela não mostra as pessoas que passam fome ou morrem em massacres de guerras civis que ocorrem na África, ela não mostra a dor das pessoas que perderam um filho porque não tinha hospital em bom estado para tratar dos que necessitam. O Cyberpunk é uma crítica a tudo isso, é um critica ao fato de estarmos nos tornado alienados, nós estamos nos tornando cada vez mais máquinas, frios e arrogantes.





Alguns subgêneros derivaram do Cyberpunk, eles foram o Biopunk e Steampunk (sendo o último bem interessante, mas vou falar sobre ele em outra matéria.).

Sendo a assim a cultura Cyberpunk já influenciou milhares de obras, desde filmes a jogos, desenhos a livros, deixarei uma lista para aqueles que se interessarem pelo gênero.

Acredito que tenha conseguido passar a mensagem e esclarecer qualquer duvida que alguém pudesse ter a respeito sobre o que é Cyberpunk, já que muitos são os que tem perguntado isso nos últimos meses devido ao anuncio do game Cyberpunk 2077.

- Muito obrigado pela atenção, espero que tenham gostado!! - Lohan Nobre

Abaixo a lista:

Jogos - 

Deus Ex (na minha opinião o melhor game de Cyberpunk)

Filmes - 

Tron
Minority Report
Total Recall
Juiz Dredd
Matrix
Blade Runner

Animes -

Psycho-Pass
Ghost in Shell

Livros - 

Neuromancer






Nenhum comentário:

Postar um comentário