sábado, 31 de maio de 2014

[Analise-Série] Street Fighter Assassin's Fist


Tamos ai galerinha do mal!!! Mais uma vez, como de costume, de boa... Eu sei, eu sei que estou um tempo sem postar nada, mas sabe como é, correria never ends... Se não gostar cai dentro de Hadouken, kkkkkk... 

Vocês sabem como a coisa funciona, então nem preciso dizer que vem "nerdice" pesada por ai... Quem ta preparado, é só sentar, para de enviar convite pra joguinhos no facebook e subir no bonde... Vamo que vamo.

Hoje to trazendo pra vocês a análise da esperada série Street Fighter Assassin's Fist (a tradução seria "O Punho do Assassino"). Em primeiro lugar, pra quem não  teve infância sabe, Street Fighter é uma famosa franquia de games iniciada logo ao fim da década de 80 que fez muito moleque gastar toda a mesada em fichas de fliperama... 

Inicialmente Street Fighter foi um game de luta (dãããã!) onde você controlava Ken ou Ryu (também protagonistas da série), enfrentando diversos lutadores de rua pelo mundo em busca de se tornar o mais forte. É isso, não tem mistério. Quando foi lançado, o game não possuía muita história, era só descer o pau no gato sem massagem e pra falar a verdade, era só o que importava! kkkk... De principio a franquia não fez grandes sucessos, mas não demorou a se tornar o game de luta mais importante e influente da história dos jogos, determinando uma tendência e preparando o caminho para muitos outros.

Uma coisa é importante se comentar... Por ser uma franquia famosa, Street Fighter também foi arrastado para essa mania de adaptações, e vocês já devem ta ligado sobre como essas adaptações costumam ser horríveis. Com Street Fighter não seria diferente! Foram feitos dois filmes até hoje (de dar ódio!) além de diversas animações (vou por alguns links ao final para vocês conferirem). O primeiro filme, intitulado "Street Fighter A Ultima Batalha", foi estrelado por ninguém menos que o Jean Claude Baixinho Van Damme, onde ele interpretava Guile, um militar que lidera a luta contra a maior organização terrorista do mundo, a Shadaloo, mas pera ai... Os protagonistas de Street Fighter não eram Ryu e Ken? Você deve estar se perguntando, por que raios logo no filme é outro sujeito a assumir como personagem principal! É, eu sei, também me pergunto até hoje... Mas as coisas ainda ficam bem pior, pois eles retratam Ryu e Ken como uma dupla de ladrões e trapaceiros, uma total descaracterização dos personagens. E o que falar do filme mais novo?  "Street Fighter A lenda de Chun Li", sim, eles insistiram em não colocar o Ryu e o Ken como protagonistas... PORQUE, MEU DEUS? (querendo soltar um hadouken nesses modefoca!). Mas pra quem deseja sofrer, confiram os filmes...

Eu sei que até agora o que falei sobre adaptações de Street Fighter não deixou vocês nada confiantes e só fiz a desconfiança sobre a qualidade da série aumentar, mas esperem... temos um longo caminho pela frente, jovens criaturas nerds.

Agora que já foram devidamente apresentados, acho que posso falar de fato sobre a série... Então sigam minhas mãos!

STREET FIGHTER ASSASSIN'S FIST

Street Fighter Assassin's Fist é uma websérie live-action (feita com pessoas) independente, ou seja, não foi produzida por estúdios, mas basicamente por fãs. O projeto inicialmente nasceu com um curta metragem chamado Street Fighter Legacy que serviu como uma amostra do conceito que eles desejavam seguir. Então durante a San Diego a Capcom (desenvolvedora do game) anunciou que os criadores do curta tinham os direitos de prosseguir com o projeto. Para arrecadar fundos, os criadores Christian Howard e Joey Ansah, levaram a série ao Kickstarter (site de financiamento coletivo), então se passou algum tempo até que o projeto foi retirado do site porque surgiram financiadores privados e assim a necessidade de recursos findou.

A história segue Ryu e Ken durante o treinamento que os levam a aprender os segredos do Ansatsuken, uma arte marcial extinta, e também os segredos do passado de seu mestre, Gouken...

Só pela sinopse rapidinha que eu fiz, vocês já puderam notar uma coisa... FINALMENTE OS PRINCIPAIS SÃO RYU E KEN!!! Já foi um a zero a favor da produção independente! #chupaestúdios!

Mas prosseguindo. A camada principal da série se passa nos 80, onde mostra os jovens protagonistas em busca de completarem seu treinamento nas técnicas secretas do Hadou, o poder do nada, contudo Gouken demonstra um grande receio em passar esses conhecimentos, algo terrível ocorreu em seu passado e ele tem medo que tais eventos possam tornar a acontecer... A outra camada da história se foca justamente no passado de Gouken, revelando até mesmo a identidade do assassino de seu grande mestre Goetsu.

Pra quem conhece Street Fighter apenas pule essa parte, para os demais vou seguir falando um pouco sobre os protagonistas, começando por Ryu... Ryu foi criado desde pequeno por Gouken, pois era órfão e ninguém, nem mesmo ele, conheceu, ou lembra de ter conhecido seus pais, o jovem possui uma personalidade serena e muitas vezes fechada, além de guardar um força interior poderosíssima. A grande marca de sua aparência sempre foi o kimono branco e faixa vermelha presa a cabeça.

Já seu amigo, rival e irmão de treino, Ken Masters é totalmente o inverso, ele é rebelde, mulherengo e muitas vezes impulsivo. Ken é americano e foi levado pelo pai para o japão ainda criança para que seu grande amigo Gouken criasse o jovem enquanto ele levantava sua empresa após a morte da esposa. Ken veste um kimono vermelho e mantém a cabeleira loira amarrada com rabo de cavalo.

É importante ressaltar que eles tiveram grande respeito pela franquia e em vez de trazer a história para os dias atuais, decidiram que ela se passaria na mesma época que o game foi lançado, demonstrando que fidelidade ia ser uma marca registrada da série. É incrível a atenção aos detalhes, não somente no enredo é claro, mas também nas vestimentas, além de inúmeras referências aos títulos da série, tal como as músicas temas dos personagens que de maneira inteligente eles conseguiram introduzir na série.

Mas já ta na hora de falar de porrada! Sim, tem muita porrada, mas o que é realmente interessante é que os movimentos de luta executados pelos atores são os mesmos vistos nos jogos, eles reproduziram com maestria o jeito de lutar dos personagens, mas é claro né, são todos artistas marciais de qualidade. Então chegamos ao que importa, porque quando se fala de porrada e Street Fighter, tem que se falar em alguns golpes muito conhecidos pela galera... Sim, pra quem conhece a história sabe muito bem que tanto Ryu quanto Ken possuem técnicas especiais de lutas, essas técnicas são: Hadouken! Uma espécie de energia sobrenatural que pode ser canalizada e disparada com a intenção de obliterar o oponente, é claro que é uma técnica secreta e são poucos os que possuem conhecimento de dela tal como a concentração e treinamento necessários para executá-la. O segundo golpe é o Shoryuken! O punho ascendente, um golpe que eleva o oponente as alturas devido a um poderoso gancho voador. E por fim o Tatsumaki senpuu kyaku... nem tente pronunciar, esquece, apenas diga Trek trek Tchurugue, também conhecido como "gira gira gira gira", um chute que mais lembra o girar de hélices. Esses golpes estão eternizados nos corações dos gamers e , creio, 
não existe se quer uma pessoa que nunca tenha ouvido falar deles... Mas caso você seja uma dessas pessoas então você merece um SHORYUKEN bem na face! Agora, os efeitos visuais desenvolvidos para o hadouken foram até legal, mas poderiam ter sido ainda mais bem feitos.

De resto, o nível de detalhamento e cuidado com os cenários também foi fantástico, todas as tomadas são lindas. A direção de fotografia ta de parabéns. Tenho certeza que já fiz muitos elogios a série, mas ainda falta um... Talvez o mais importante de todos, a razão dela ser tão boa.

Street Fighter Assassin's Fist é uma obra que se foca nos personagens, seus dramas, suas lutas internas e externas em busca de conseguir superar suas limitações. Cara, eu sempre digo e volto a dizer, a alma de uma obra de ficção sempre será personagens, se você desenvolve-los de maneira rica e profunda então você encontrou o segredo do sucesso, pois são esses personagens que nos farão se conectar com a história, nos importar com seus destinos e assim acompanhar capitulo a capitulo sua jornada. E nossa, isso a série fez muito bem, ela vai fundo quando se fala em desenvolver personagem, sem dúvida o ponto mais forte que encontrei.

Então camaradas, chegou a hora tão esperada, a hora de dizer, de dar o veredito, Street Fighter Assassin's Fist, vale ou não apena assistir? Mas é claro que vale! Vale demais! Comece a assistir! Mas modere na dose, se não acaba rápido! A série é composta por 12 episódios, todos basicamente por volta de 8 a 13 minutos de duração.

Galera, vou deixar o link do canal do Machinima, onde estão hospedados os episódios da série.

Fui que fui! Log desligando...


Street Fighter Assassin's Fist

https://www.youtube.com/playlist?list=PLZLTS4u9M_2r89MGqgDNGGxQfmLuhtxqU

3 comentários:

Bruno disse...

boa resenha

Sueli Cobbos disse...

Participando como Sueli C. Divulgado no facebook. Espero ganhar...

Diego França disse...

Participando e sucesso no blog! Os kits são lindos. *---*

Postar um comentário

Conte o que você achou da postagem