quarta-feira, 26 de maio de 2010

Algumas considerações sobre o final e trajetória de LOST



Eu sou uma Lostmaníaca, sempre fui. E por isso eu estou aqui pra fazer umas considerações sobre a jornada e culminando no final de Lost. Muitas pessoas não gostaram, mas eu ao contrário adorei... E meus pontos de vista com relação aos série e seu final foram esses.

LOST sempre teve mais haver com religião, física e filosofia que todos nós já tínhamos imaginado. E o final foi isso...

A física já tinha sido mostrada antes com relação a viagens no tempo, eletromagnetismo, entre outras coisitas mais. A filosofia estava sempre implícita nos próprios personagens.

- Hume cria que o caos era a ordem principal das coisas. Nada melhor que Desmond demonstrar isso com toda aquela questão da viagem do tempo, da tentativa de alterar o passado e por aí vai.

-Locke era aquele que rejeitava as idéias inatas e falava que tudo o que sabemos só sabemos por conta da experiência provocada pelos sentidos, que nós nascemos com uma tabula rasa. O personagem era um paraplégico que na ilha se vê andando... Pra ele todo o resto não importa e sim que dali em diante ele acredita com sua experiência que a ilha o trouxe por uma razão. Ele busca acreditar pelo simples motivo dele ter sido curado.

E a questão religiosa sempre esteve perfeitamente imbricada em toda a série...

- Todos buscavam uma redenção. Todos puderam ter essa redenção na ilha.

- Morte e vida sempre interligada. Como Boone morrendo, Aaron nascendo e Sharon amando Sayid.

- Muçulmanos, cristões, místicos, espíritas e ateus todos juntos e misturados naquela ilha e aprendendo a conviver.

- Os hierogriflos e o templo que era uma estátua.

- Jacob X MIB Apesar de humanos todos os seus pensamentos eram uma relação entre Deus e o Diabo. Incluindo quando o MIB mata o Jacob a alusão de que parecia o mal vencendo o bem como quando Jesus morreu e o Diabo achou que havia vencido. Culminando no final com o bem vencendo o mal Jack X FLocke.

- A ilha ter a necessidade de ser guardada e ter as devidas coordenadas que são os números. Os números apareciam para todos os Losties porque Jacob os havia tocado a fim de que eles viessem a ilha. E esse blog apesar de ter feito um crítica ácida e engraçada sobre esse ponto. Acho realmente que era isso. A ilha era aquele ponto em que o céu, a terra e o inferno se encontram... por isso deve ser guardada... O coração da ilha é exatamente esse ponto de encontro.

- O monstro de fumaça era um humano que por possuir todos os "defeitos" e deixá-los aflorar quando vivo, ao morrer e se encontrar com aquele ponto se transforma em algo além e mal... algo inumano... um assistente do inferno, digamos assim. E sim a rolha/ ilha taparia um inferno, o mal e quando retirado não só destruiria a ilha, mas toda a chance de salvação da raça humana... Por isso os protetores.

- No momento em que o inferno toma conta o Locke não tem mais poderes sobrenaturais... ele volta a ser um humano qualquer... quando morre e Jack põe a rolha de novo no lugar ele é atingido pela luz, porém não se transforma numa fumaça por conta de seu sacrifício... Ele pode encontrar a paz, morrendo naturalmente...

- A bomba que após explodida dá origem a nossa visão do céu deles aconteceu por um simples recurso de manter uma surpresa. Só que conforme todos vão se encontrando e se recordando de sua missão cumprida na terra eles vão se lembrando de que estão mortos.

- E como eu falei antes tudo é explicado na conversa com o Christian Shephard. Eles precisavam um dos outros para seguirem em frente, porque eles viveram junto para não morrerem sozinhos. É a idéia de que vamos encontrar com todos aqueles que vivemos e que fomos felizes. Porque querendo ou não, parecendo ou não, foi ali que eles descobriram uma razão para viver, um amor para recordar, um propósito.

->Boone encontrou um jeito de se libertar da irmã. Logo depois morreu.
->Locke encontrou a fé pela qual buscava. Conseguiu se redimir.
->Sawyer encontrou não só um perdão pelos erros como conseguiu montar uma família. Algo que pode ser considerado uma redenção já que ele sofreu aquele trauma na infância. Por isso Suliet teria sido sua redenção...
->Jack sempre viveu a sombra do pai que dizia que ele não tinha o que era preciso. Que ele não saberia liderar nem tomar decisões e que ninguém acreditaria nele. A redenção dele foi naquela ilha, onde ele pôde ser um líder, errar e acertar e cumprir com uma missão maior do que ele poderia imaginar.
-> Shannon tinha a vida patricinha americana de sempre, mas não era feliz por conta de seus maus-relacionamentos. Encontrou em Sayid a visão oposta do que ela considerava bom o amor e sua redenção. Mesma coisa Sayid que vivia preso ao seu passado de torturador pelo seu amor pela Nadya e só se viu livre disso no momento em que encontrou e teve sua redenção nos braços de uma loira patricinha.
-> Kate sempre foi a fugitiva que encontrou sua redenção e maturidade no momento em que fez o parto do Aaron e vice-liderou todas as ações que se corporificaram na ilha...e principalmente, ela se tornou mãe. Ela não era mais uma pessoa que não tinha razões para se fixar em um lugar. Ela tinha um filho e não ia cometer os mesmos erros que sua mãe cometera para com ela.



=> Sobre JATE (jack and Kate)

Sempre torci por eles e fiquei extremamente feliz quando eles ficaram juntos no final. Pra mim, a série girou em torno deles o tempo todo e querendo ou não um amou o outro desde o início e esse amor apenas foi crescendo conforme eles iam amadurecendo. Como Evangeline Lilly e Matthew Fox falaram numa entrevista:

"Jack e Kate eram duas pessoas que apesar de se amarem, não conseguiam ser felizes juntos, pelo simples motivo que um não era a missão do outro."
Um não era o objetivo de vida do outro. Ele precisava se encontrar como um líder, aquele que se sacrifica por outro. Ela como mãe e como alguém que ajuda os outros acima de tudo. E aquele "Eu te amo" sofrido no final, os olhares trocados intensamente só mostraram isso. Eles se amavam verdadeiramente, só que não conseguiam ficar juntos. O destino os fez amar e o destino os separou como disse a promo da ABC. E mesmo que ela tenha saído da ilha vivido muitos anos, casado e tido filhos. Jack sempre seria sua alma gêmea e vice versa. Se Jack não tivesse morrido ali assim o seria. Como foi com Desmond e Penny.

Ou seja, todos os mistérios tudo o que rodou na ilha tinha haver com os personagens. E como o Jorge García já tinha dito num entrevista: Se respondessem tooooodas as perguntas não seria Lost.

Acho que eu consegui explicar tudo o que eu queria?! Ficou bom?!

3 comentários:

moderador disse...

Ficou sim!!! Concordo!
Apesar de meio espírita esse final, valeu a pena :) heheh bjs

Carol

gabrielle matos disse...

Claro que sim dona sa...perfeito...

José Carlos disse...

Prum não Lostie como eu, super esclarecedora, Sara. Voltarei outras veezes, prometo. E parabéns!

Postar um comentário

Conte o que você achou da postagem